O drama dos pequenos: DF tem 79 crianças à espera de cirurgia no coração

O Distrito Federal conta com uma extensa fila de crianças que aguardam cirurgias cardíacas. Entre casos de maior e menor complexidade, 79 procedimentos pediátricos aguardam a vez, de acordo com levantamento da Secretaria de Saúde.

Segundo Ramiro Sant’Ana, coordenador do Núcleo de Saúde da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), entre esses casos há, pelos menos, 18 que foram judicializados, pela urgência do quadro. “É um problema crônico que ficou agudo recentemente com a falta de insumos que o ICDF sofreu”, explica.

Contudo, Ramiro acredita que seja possível superar este obstáculo, com a retomada das cirurgias. “Já há estudos que mostram quantas crianças cardiopatas nascem a cada mil ou 10 mil partos. É, basicamente, matemática. Precisa ter oferta para uma demanda que já é conhecida”, pontua.

Outra necessidade é o de acompanhamento pré-natal. Mesmo que alguns casos sejam mais difíceis que outros, o diagnóstico médico antes do parto pode ajudar o poder público a se organizar. “Quando nascer, já estão sabendo dessa necessidade e não descobrem apenas após o parto”, comenta.

Luta pela vida

Com apenas 9 dias de vida, Rodrigo Meireles Ferreira da Silva tem travado uma batalha pela sobrevivência. Ele é uma das 79 crianças que aguardam na fila por uma cirurgia. Diagnosticado com Transposição das Grandes Artérias (TGA), o menino precisa urgentemente de um procedimento no coração para corrigir o problema de nascença. Entretanto, a Secretaria de Saúde, mesmo com decisão da Justiça, ainda não conseguiu providenciar o atendimento do pequeno.

Tenho ido todos os dias ver meu filho. Tem sido muito difícil para a família, a gente nunca passou por isso”, conta Mikaela Meireles Correia, 23 anos, mãe do recém-nascido.

Atualmente, Rodrigo está internado no Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) e aguarda uma transferência para o Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF), o único local de Brasília que realiza o tipo de cirurgia que ele necessita.

 

 

 

Metrópoles

DEIXE SEU COMENTÁRIO: "Os comentários a seguir são de inteira responsabilidade dos usuários, não correspondendo ao que pensam os idealizadores da marca JORNAL DE TODOS, isentando-os dos mesmos."

Por favor, digite seu comentário!
Digite seu nome...