FPF e Ministério Público articulam para retorno do Campeonato Paraibano

Uma reunião entre a Federação Paraibana de Futebol (FPF) e o Ministério Público do Estado (MPPB) foi realizada nesta segunda-feira (6), para definir os encaminhamentos de segurança sanitária que possibilitarão a retomada do Campeonato Paraibano – marcada para o dia 18 de julho.

A data do retorno da bola aos gramados foi definida após convenção da FPF com representantes dos clubes, em junhoBotafogo-PB e Campinense protagonizam o Clássico Emoção no retorno.

De acordo com a presidente da FPF, Michelle Ramalho, os jogos devem acontecer com os portões fechados e um esquema de segurança montado para não haver aglomeração de torcedores na porta dos estádios.

Segundo Valberto Lira, procurador do Ministério Público do Estado (MPPB), o encontro aconteceu no atendimento ao chamado da instituição. Ele, que também é coordenador da Comissão Nacional de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios, disse que “diante de alguns itens que precisam ser acertados entre a federação e os clubes, nós poderíamos ter um documento e ser levado ao governador para liberação de estádios”.

Paralisado desde março por conta da pandemia da Covid-19, o estadual ainda tem duas rodadas (9ª e 10ª) e mais o clássico (partida atrasada da 8ª rodada) para chegar ao fim da primeira fase.

O jogo pendente para o término da 8ª rodada foi marcado para o dia 18. Os dias 22 e 26 foram reservados para a 9ª e 10ª rodadas, respectivamente. Após isso, conheceremos os semifinalistas.

Sequência

Na próxima quinta-feira (9), haverá uma reunião com representantes dos clubes e o MPPB. É estimado que a partir daí novos encaminhamentos sejam definidos visando a volta da competição.

Testagem

Na última semana, a FPF promoveu em João Pessoa uma testagem em massa para Covid-19. Atletas bem como funcionários e dirigentes da entidade foram submetidos aos exames. Os presentes também receberam a vacina contra o H1N1.

Testes também foram realizados nos clubes em Campina Grande, Cajazeiras, Cruz do Espírito Santo, Sousa e Patos. Medidas econômicas foram providenciadas pela instituição: uma delas acontece no tocante ao registro de novos atletas – que não serão mais cobrados.

 

 

 

 

T5

DEIXE SEU COMENTÁRIO: "Os comentários a seguir são de inteira responsabilidade dos usuários, não correspondendo ao que pensam os idealizadores da marca JORNAL DE TODOS, isentando-os dos mesmos."

Por favor, digite seu comentário!
Digite seu nome...